Investigação Estatística

From MM*Stat International

Jump to: navigation, search

Conceitos Básicos

Objetivos da Estatística  • Investigação Estatística  • Elementos Estatístiscos e População  • Variáveis Estatística • Escalas de Medida  • Variáveis Qualitativas  • Variáveis Quantitativas  • Agrupando Dados Contínuos  • Sequências Estatísticas e Frequências  • Questões de Múltipla Escolha
English
Português
Français
‎Español
Italiano
Nederlands


Realizando uma Investigação Estatística

A Investigação Estatística geralmente envolve os seguintes passos:

  1. Obtenção de dados
    • Dados primários: dados coletados pelo cientista
      • Pesquisas:
        • observando todos os membros da população (census) ou tomando uma amostra (pesquisa amostral)
        • documentação de dados via questionários, protocolos, etc.
      • Experimentos: controlar variáveis para capturar o impacto destas em outras variáveis
    • Dados secundários: usar dados já disponíveis de fontes internas ou externas.
  2. Análise dos dados: aplicação de ferramentas estatísticas

Fontes de Dados Econômicos

  • Estatísticas Públicas
  • Estatísticas Privadas
  • Organizações Internacionais

A figura abaixo ilustra a sequência de passos da investigação estatística:

Pt folnode2 b 01.gif

O órgão oficial responsável pela coleta e publicação de dados específicos relacionados à cidade de Berlim é o Statistische Landesamt Berlin. Por exemplo, estatísticas sobre assuntos tão diversos como a população de animais nos 3 principais jardins zoológicos de Berlim ou a participação eleitoral nas eleições gerais estão disponíveis.

Dados do Statistisches Landesamt Berlin 1998.
Animais em Berlim, 1998 Jardim Zoológico e Aquário Safari
Mamíferos
Total população 1 357 1 861
Espécies 247 214
Pássaros
Total população 2 333 2 548
Espécies 500 408
Cobras
Total população 461 723
Espécies 82 129
Lagartos
Total população 412 87
Espécies 31 5
Peixes
Total população 4 007 1 680
Espécies 360 136
Invertebrados
Total população 6 298 1 368
Espécies 181 72
Visitantes 2 597 589 1 071 207

Eleições para o décimo quarto Parlamento Alemão em Berlim (27.9.1998). O mapa mostra a participação eleitoral nos bairros de Berlim.

Dados do Statistisches Landesamt Berlin 1998.

Um dos objetivos comuns da política econômica é reduzir a duração em geral do desemprego na economia. Uma questão teórica importante consiste em se saber até que ponto o nível dos benefícios sociais recebidos pelos desempregados tem influência na duração do desemprego Para melhor adapta tal questão à investigação estatística, há necessidade de se transformar as variáveis em quantidades que possam ser observadas (Por exemplo, o número de indivíduos registrados como desempregados é uma quantidade disponível nas estatísticas do governo. Embora tal quantidade possa não incluir todos os indivíduos que gostariam de estar trabalhando, ela é utilizada como variável de desemprego em análises estatísiticas). Ao examinarmos os benefícios sociais recebidos pelos desempregados em diferentes países, podemos tentar inferir se políticas mais ou menos generosas, com respeito a tais benefícios, têm impacto na taxa de desemprego. Antes de investigações mais profundas, porém, os dados coletados precisam ser organizados de maneira adequada aos métodos estatísticos que lhes serão aplicados. A busca nos dados por informações que possam ser extraídas e a apresentação dos resultados de uma maneira adequada através de ferramentas estatísticas representa a essência da investigação estatística. Ao se interpretar informações estatísticas quantitativas, se busca pistas para respostas às perguntas científicas primordiais. Analogamente ao processo científico em geral, conclusões resultantes de interpretações estatísticas frequentemente dão origem a novas proposições, desencadeando uma nova iteração do processo estatístico